Início Notícias Rei Leão filme usa recursos extremos de computador na finalização

Rei Leão filme usa recursos extremos de computador na finalização

Rei Leão filme usa recursos computacionais ao extremo
Rei Leão filme usa recursos computacionais ao extremo

O novo filme de O Rei Leão, feito totalmente em computação gráfica, levaria 9.000 anos para ficar pronto se as cenas fosse renderizadas em apenas um computador.

O número absurdo e curioso foi uma das revelações feitas por Julien Bolbach, profissional de efeitos especiais que trabalhou na nova versão do clássico que chegou aos cinemas em julho deste ano.

Bolcach explicou o complicado processo em um painel hoje na CCXP, em São Paulo, dedicado ao making of do filme.

O Rei Leão, da Disney, só saiu a tempo graças aos 15 mil computadores usados para renderizar as cenas, já que o processo leva 60 horas a cada frame devido à extrema complexidade das imagens criadas em computador.

Para os leigos, o processo de renderização nada mais é que condensar toda uma sequência de imagens e transformá-las em um único vídeo.

Todo o complicado processo, claro, envolve muita gente. Só para desenvolver os personagens foram 1.200 artistas.

Segundo o profissional de efeitos visuais, foi criado uma espécie de videogame para que o diretor Jon Favreau trabalhasse na sequência.

No telão do auditório Cinemark, proibidissimo de ser fotografado, foram exibidas fotos de todo o processo de produção e edição do filme, inclusive alguns erros que geraram animais sem olhos entre outras imagens curiosas.

Bulbach ainda contou que uma única cena de o Rei Leão é do mundo real, apesar de o novo filme se confundir facilmente com um documentário da Discovery Channel.

Trata-se de uma paisagem estática da savana africana. Apesar do assunto bastante técnico, o público se empolgou com algumas cenas clássicas do filme que foram reexibidos no evento, entre elas a de Simba, Timão e Pumba passeando pela floresta e cantando “The Lion Sleeps Tonight”.

As grandes novidades da Disney para o ano que vem estão reservadas para o público que vier à CCXP no sábado. O estúdio vai exibir em primeira mão no Brasil o filme Frozen 2, que só estreia aqui em janeiro.

Para o painel, foram convidados os diretores os diretores Chris Buck e Peter Del Vecho, vencedores do Oscar com o primeiro episódio da franquia.

No mesmo dia, o estúdio ainda traz o elenco de Star Wars e notícias da Fase 4 da Marvel nos cinemas com chefão Kevin Feige.

Leia matéria completa em Rei Leão: filme levaria 9 mil anos para ser renderizado em um só computador

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pular para a barra de ferramentas